Receitas de Inverno

0 comments

COMIDA VIVA NO INVERNO É POSSÍVEL?

Alimentação viva defende que você deveria comer tudo cru, baseado em diversos argumento:

1- Alimento fresco tem mais nutriente que alimento velho.

2-Alimento cru é mais natural para um animal que cozido, frito, refogado, etc….

3-Alimentação baseada em vegetais é mais ecológica

Bovinos rendem apenas  4% do que foi investido em alimentação, sem contar o impact que ele causa em terrenos, desmatamento e gases do efeito estufa. Temos vai vacas que gente vivendo no Brasil.

4-Matar vegetais me parece mais ético que matar animais

Matamos por que achamos que nossa espécie pode e deve matar. Escravizamos por que a pele era diferente, estupram por que acham que merecem. Matar para ter prazer é anti-ético. Plantas precisam ser comidas, a “vida”delas está na semente, elas criam aromas atraentes, sabores adocicados, para serem comidas, é assim que elas proliferam suas sementes. Exercemos um relação simbióticas com as plantas onde ambas as partes se beneficiam. A relação com os animais é parasitária, apenas um lado se beneficia.  

5-Temos mais de 100.00 plantas comestíveis e nos alimentamos de apenas 20 espécies.

Estamos perdendo uma oportunidade enorme de conhecer plantas fantásticas que oferecem texturas, aromas, sabores, picâncias únicas e maravilhosas por basear nossa dieta em produtos de origem animal. 

Se você já sabe o que é alimentação viva, vai entender que no inverno as coisas se complicam, não é verdade?

Mas antes quero falar um pouco de como as pessoas conduzem problemas em geral em suas vidas.

CONTEÚDO EXCLUSIVO

CADASTRE-SE PARA TER ACESSO

Como ter acesso:

1- Entre com seu nome e email

2-Abra seu email, clique no link de confirmação

3-Volte nesta página que o conteúdo vai estar liberado

Existem dois tipos de seres humanos:

I) Tenho um obstáculo vou superá-lo, se não consigo vou treinar, me desenvolver, para superá-lo em breve.

II) Tenho um obstáculo. Na verdade, se eu mudar de trajetória ou desistir deste caminho, não terei mais este obstáculo para transpassar.

Existem aqueles que quando encontram uma dificuldade pelo caminho, se preparam para vencer o obstáculo e seguir em frente. Outro tipo de ser humano muito interessante, são aqueles que se acham incapazes de vencer o problema e começam a dizer que passar pelo penhasco não é tão importante assim, não precisa é desnecessário.

Sim, existem muitos caminhos que levam a felicidade se você escolheu este porque acredita ser o mais correto, mais ético, mais coerente, não desista. Saber voltar é uma virtude. Mas desistir por que não dedicou energia suficiente para vencer é triste.

Mas existe um terceiro tipo que é pior ainda, este é uma variação do segundo, ele diz que quem venceu o obstáculo é um idiota, um fracassado, maluco em passar por tantos problemas, sendo que existe outros caminhos para passar.

Enfim, assim é na alimentação viva, existem os que acham que viver uma dieta 100% viva é coisa de maluco.

Eu faço parte do primeiro grupo, estou sempre tentando, mesmo sabendo que é difícil.

Ser 100% vivo é fantástico, foram os melhores anos da minha vida. Todos os dias, eu desejo voltar a vivenciar esta energia. Estou cada vez mais perto, caio mas sigo em frente.

Para algumas pessoas, isso é muito complicado, lidar com este sentimento de fracasso continuo, então elas começam a dizer que está tudo bem perder o foco. 

Falhar é normal, mas achar que o erro é o certo, este sim é o grande problema de se conseguir superar algo na vida.

Vou dar minhas dicas e deixar 3 receitas que ajudam muito a vencer estes tempos de recolhimento. 

O mais importante é você entender que nós seres humanos somos capazes de sobreviver em qualquer dieta, sendo assim, todas estas justificativas que as pessoas inventam está mais relacionada com questões emocionais do que realmente nutricionais.

Se a dieta for baseada em comida de verdade você somente vai sentir falta de nutrientes depois de anos e se vier a sentir, por mais precária que seja.

Uma dieta baseada em comida de verdade por mais desregulada que seja é muito melhor que uma dieta super regulada baseada em comida de mentira. Quando passamos a comer alimentos frescos, passamos a desenvolver uma intuição incrível, você vai se tornando capaz de saber o que seu corpo precisa. Chega a salivar para determinados alimentos.

Qual é o grande problema do inverno?

Perdemos um dos maiores estímulos de nossa viva o SOL. Neste caso nosso corpo e mente busca por outros prazeres. Neste caso a comida.

Sim é legal balancear a dieta em termos nutricionais, o grande problema de conduzir uma dieta saudável está muito mais relacionado em sentimento que ciência. 

Grande parte das sensações que as pessoas sentem quando mudam de dieta está relacionada a repetir um padrão mental do que realmente está faltando esse ou aquele nutriente. 

O meu maior desafio em conseguir mudar a dieta das pessoas é conseguir mudar sua forma de pensar e sentir. Alimentação baseada em plantas não deixa faltar nenhum nutriente, mas as pessoas se desesperam se tirar o “queijinho”. 

Minha dica é simples, mostre quem manda:

Sua mente ou Seu corpo?

Todos os fricotes que irá sentir quando parar de comer cozido, carnes, ovos, queijos, pão, não passam de fricotes da mente, buscando o biscoitinho do treinador para o cachorrinho rolar ou sentar.

Nossa mente tralha sob estímulos, passe a oferecer outros estímulos de prazer como andar na natureza, brincar com seu filho, banho de cachoeira, fazer sexo gostoso e demorado, abraçar pessoas, participar de grupos de escalada, caminhada, bicicleta, grupos de estudo. 

Alimente sua alma que o corpo para de implorar por porcarias.

Aqui apenas algumas dicas para calar seus fricotes e focar no mais importante, sua saúde:

  • Não faça a ingestão de alimentos frios, resfriados ou congelados.

  • Beba um chá antes de tomar seu suco verde na parte da manhã e outro depois.

  • Faça amornados, esquente sua comida um pouco, use panelas de barro ou pedra, são as melhores para preparar estes tipos de receitas. 

  • Use as mãos para misturar enquanto aquece, se usar colheres, vai estar comendo alimento cozido,

  • Fazer uso de desidratados no inverno é ótimo. 

  • Organize umas férias em Goiás, nNordeste, Amazônia, lá não tem inverno.

  • Coma mais, coma muito. 

  • Mova-se, pratique atividades ao ar livre.

  • Coma alimentos cozidos no final do dia. 

  • Durma sedo.

  • Mantenha-se aquecido.

  • Tome banho a noite antes de dormir, tome um chá bem quente e cama.

Minhas receitas favoritas do inverno:

[yumprint-recipe id=’11’] 

[yumprint-recipe id=’9′][yumprint-recipe id=’10’] 

 

Compartilhar:
Share

Quem organiza este Blog?

Daniel Francisco de Assis

Engenheiro Ambiental pela PUC-Rio Chef de Cozinha Viva Vegana Detox Coordenador do Projeto Comida Ecológica Presidente do Instituto Ecológico Autor do Livro Suco Vivo Estudante da Alimentação Viva a mais de 15 anos, já trabalhou nos mais renomados centros de Detox e SPAs da Europa. Já administrou programas detox na Espanha, Inglaterra, Bahamas, Emirados Árabes, EUA e em quase todos os estados do Brasil.


{"email":"Email address invalid","url":"Website address invalid","required":"Required field missing"}
>

O que mais pode ser feito além do isolamento social?

100% gratuito