Mudança alimentar

Veja o vídeo acima

1- Você precisa estar em uma situação de desconforto ou mudar para uma.

Sim, apenas mudamos quando estamos nos sentindo incomodados, dizem, os historiadores, que este foi o motivo pelo qual a Europa se desenvolveu e os Índios americanos não, já que aqui, nas Américas, era bom demais para buscar mudanças.

Mudar para uma situação desconfortável significa sair da zona de conforto. Ou seja, mudar de trabalho, mudar de cidade, mudar sua forma de se relacionar com os alimentos. Basicamente é mudar algo para te forçar a mudar o restante. 

No dia do nascimento de Olivia, o hospital mandou a mãe dela tomar Óleo de Castor ou Rícino.
Ele é tóxico em grande quantidades, porém um simples laxante em baixa concentração. 

Por que tomar um laxante antes do parto?
O problema é que ela não tinha contrações e a placenta estava seca. Ou seja, Olivia tinha que nascer, mas eles não queriam fazer cesariana. Então, deram uma medicação para causar espasmos no intestino e esperar que estes espasmos motivassem o útero a começar contrair. 

Passadas 2hs, ela entrou em trabalho de parto. 

O que quero dizer sobre buscar uma situação de desconforto é que se faz necessário entrar em uma situação que te leve à mudança e, assim, outras mudanças comecem a surgir ou se tornem mais fáceis de  modificar. Sendo que a princípio isso parecia impossível a você.  

2- Busque conhecimento para mudar de forma inteligente, prudente e eficaz.

Estudar nunca é demais. Leia e estude sobre aquilo que quer incorporar na sua vida, seja veganismo ou atividades físicas ou um esporte apenas.

3- Contato social

Somos seres que gostam de estar em grupo, pois nele sobrevivemos melhor. 
Em grupo nos ajudamos, isolados somos vulneráveis. Então, agrupe-se.

Relacione-se e faça amigos que estudem o tema em que está buscando se aperfeiçoar.

4- Acompanhamento nutricional

Precisa explicar? Então, parece óbvio, mas tem muita gente que acha isso desnecessário. Entendo que existem diversos "tipos" de nutricionistas e mecânicos, caso você não tenha achado um que goste não significa que não exista um que seja perfeito para te acompanhar.
Um bom nutricionista pode de custar R$250 a R$800 a consulta. Então, entenda que tudo na vida tem seu preço. Parcerias são sempre bem vindas, às vezes não pode pagar  a consulta, mas pode trocar por outros serviços seus. O importante é saber valorizar o profissional que escolheu e criar uma parceria, chamo a isso: Nutri de Cabeceira. 

5- Vivenciar uma mudança de pelo menos 10 dias 100% dentro do que busca.

Ao participar de um retiro ou se forçar a mudar por 10 dias seguidos, o 11º dia parecerá sempre mais fácil. Gosto de indicar retiro, pois foi assim que mudei.
Quando nos propomos a mudar em grupo é mais fácil e quando voltamos a nossa rotina diária, muitas vezes, conseguimos permanecer no foco.

O ideal segundo este artigo - quanto tempo leva para algo se tornar um hábito-,  seriam 66 dias corridos, quebrando o mito dos 21 dias. Claro que seria pouco possível, fazer um retiro de 2 meses ou mais.
21 dias é mito, mas 8 meses não.
Sendo assim, inicie tentando implementar um hábito, tipo  tomar suco verde ou caminhar 1km ou fazer 20 flexões por dia e a cada novo dia acrescente 1 hábito.
Assim quando chegar ao final dos 2 meses perceberá mais aceitação do seu corpo em fazer a atividade proposta, seja ela qual for. 

No Carnaval de 2018, teremos um curso presencial bem legal, veja a programação:

O QUE É UM CURSO VIVENCIAL?

Teremos apenas 2 dias de curso teóricos, todos os outros 7 dias focaremos em atividades presenciais e vivenciais. Ou seja, você servirá Cardápio Detox para um cliente de verdade.

Entregaremos comida para clientes reais, você aprenderá a acertar valores, a gerar formas de entrega, os preços e vamos discutir formas de pagamento. Parte das vendas desse período será revertida aos alunos.


Qual foi sua maior dificuldade ao mudar para um modelo de saúde mais avançado?

Qual é a sua maior dificuldade para mudar?

Link:

https://www.medicalnewstoday.com/articles/319844.php 

https://en.wikipedia.org/wiki/Ricinus

https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pmc/articles/PMC5015816/

https://www.amjmed.com/article/0002-9343(79)90726-5/pdf

https://www.quora.com/Why-do-people-live-in-groups

Envie seu comentário abaixo:  

Receitas

veganas 

para esportistas

Daniel Francisco de Assis

Daniel Francisco de Assis

Engenheiro Ambiental pela PUC-Rio Chef de Cozinha Viva Vegana Detox Coordenador do Projeto Comida Ecológica Presidente do Instituto Ecológico Autor do Livro Suco Vivo Estudante da Alimentação Viva a mais de 15 anos, já trabalhou nos mais renomados centros de Detox e SPAs da Europa. Já administrou programas detox na Espanha, Inglaterra, Bahamas, Emirados Árabes, EUA e em quase todos os estados do Brasil.

>