Ervas e Câncer

Historicamente, as ervas e as especiarias gozaram de uma rica tradição de uso, tanto no:

i. Aprimoramento do sabor

ii. Seus Valores medicinais

A crescente prevalência de doenças crônicas em todo o mundo e o aumento correspondente dos custos com cuidados com a saúde está impulsionando o interesse nas ervas e tratamentos alternativos.

O grande objetivo é chegar em uma redução significativa do risco de câncer e modificação de comportamento tumoral.

Um crescente número de evidências epidemiológicas e pré-clínicas aponta que as ervas e especiarias culinárias pode ajudar.

Os estudos apontam múltiplas características anticancerígenas. Esta revisão centra-se nas propriedades antimicrobianas, antioxidantes e antitumorigênicas das ervas e especiarias;

Sua capacidade de influenciar a bioativação de carcinogênicos; E prováveis ​​contribuições contra o câncer.

Estudos precisam ser feitos, pois o uso de mais de um tipo de ervas pode potencializar ainda mais o efeito nas doenças crônicas e câncer que é o objetivo deste estudo.

Só após essa informação ser obtida será possível definir estratégias de intervenção adequadas para obter o máximo de benefícios de ervas e especiarias sem provocar conseqüências deficiente.

Publicado por Elsevier Inc.

Deixe seu comentário!

1 Comment

  • Adalberto Afonso Macedo macedo

    julho 31, 2017

    O uso de ervas medicinais ão bons para vários tipos de tratamentos, inclusive o
    cancêr, mas eu li toda a meteria e não vi vocês citar o nome de nem uma planta,
    qual é a planta que cura o cancêr?

Leave A Response

* Denotes Required Field