Isto é PANC, Novidades Ecológicas

Você conhece curso Isto é PANC?

Uma das ferramenta incríveis que me ajuda a reconhecer plantas diferentes para servir para meus clientes.

Atualmente estou nas Bahamas cozinhando para uma família, eles já me chamaram 3 vezes, em out de 2016, julho de 2017 e agora, Jan de 2018. 

Aqui é uma ilha com uma vegetação típica do Caribe, uma vegetação que sofreu influências de sementes da Amazônia, florestas tropicais e outros de biomas. 

Aqui encontrei muitas coisas, selvagens e as que foram plantadas por homens com fim de decoração. 

Funciona assim, tiro uma foto, envio para grupo do curso www.Istoepanc.com.br e o professor Valdely Kinupp reconhece, me envia o nome científico e a parte da planta que é utilizada. 

Tudo muito rápido. 

Volto ao local de onde tirei a foto, coleto a planta para servir aos clientes, novidades são sempre bem vindas, pelo aspecto natural do homem, gostamos de novidades, pelo aspecto nutricional, nosso corpo gosta de novidades, pelo aspecto gastronômico, novas texturas, cores e sabores são sempre bem vindos na cozinha. 

Seja nosso aluno:

wwww.Istoepanc.com.br

 

Opções alternativas:

Sempre existe opções mais baratas ou gratuitas.

Grupos whatsapp ou Grupo facebook

Você pode comer algo que não deveria, muitas vezes em grupos na internet as pessoas publicam fotos sem muita resolução, plantas misturadas e as pessoas realmente opinam e juram que é a planta tal. Já vi muitos erros nestes grupos e não se sabe quem ali sabe do assunto ou pensa que sabe.

Enviar para um amigo que "entende de plantas" ou para um biólogo

Sempre é bom ter amigos que entendem de plantas, mas PANC é um outro assunto. Ele pode saber qual é a planta, mas saber se ela é uma planta comestível é outro assunto. As vezes sim a planta é comestível mas tem uma parte que é venenosa e a parte comestível é apenas as flores por exemplo. As vezes o fruto é comestível apenas quando está verde. São infinitas as variações e as semelhanças entre elas.

Aplicativos de reconhecimento de plantas

Os aplicativos de reconhecimento de plantas, são terríveis, eles nunca acertam. Quando o reconhecimento é feito por humanos, neste caso sim, é ótimo, mas saber se é comestível, forma de preparo é outra ciência. 

Por apenas R$15 por mês você pode enviar 4 fotos por dia e aprender com as plantas que foram fotografadas pelos alunos do nosso grupo.

Saiba mais:

www.IstoePanc.com.br

​Read More
Festival Ecológico, Isto é PANC

Baixe apostila de receitas

Nos próximos dias 30 de março, quinta-feira, a 2 de abril, domingo, vai acontecer em Manaus o maior encontro de alimentos vivos no Brasil, o Festival Ecológico, cuja principal temática serão as pancs (plantas alimentícias não convencionais).

“As pancs são o ‘mato’ que as pessoas comiam antigamente e com o passar do tempo foram perdendo esse costume, e o conhecimento, passando a se alimentar praticamente só com produtos industrializados”, falou Daniel Francisco de Assis, engenheiro ambiental e chef de cozinha.

“O conceito de pancs é novo, mas a prática é antiga, milenar. Nossos antepassados consumiam pancs. As colocavam nas saladas, as comiam cruas, mas o passar das décadas fez irem sendo esquecidas.

Apesar de o ser humano sempre buscar por uma vida melhor e mais saudável, perdeu a conexão com esse tipo de alimentação, tanto comestível quanto medicinal. As informações sobre as pancs também se perderam e são essas informações que estamos querendo trazer de volta com o Festival”, adiantou.

Esta é a sétima edição do Festival Ecológico que, apesar do nome, irá acontecer pela primeira vez na região Norte, exatamente onde está a maior floresta tropical do planeta e um dos maiores habitats das pancs no mundo. “Reuniremos mais de 20 palestrantes entre médicos, que irão falar sobre a melhor alimentação para quem é diabético; outros irão explicar sobre a milenar medicina chinesa e a acupuntura; terapeutas explicarão como determinados alimentos podem causar câncer; e nutricionistas vão detalhar conceitos sobre o que é alimentação saudável. Estes são apenas alguns dos assuntos, sempre em torno da temática vegana”, explicou.

Veganos e crudíveros
“Acredito que esse seja um dos primeiros eventos desse porte, sobre o assunto, a acontecer em Manaus. Já era para termos vindo antes, mas como vimos aqui do Sudeste, e estamos distantes daí, o Festival demorou um pouco a ser realizado na capital amazonense, mas Manaus sempre esteve nos nossos planos, primeiro pelo tamanho enorme da cidade e da sua população, que precisa desse tipo de informação, depois porque o Amazonas, a Amazônia como um todo, tem um dos maiores legados com relação às pancs”, disse. “Depois as populações da Amazônia tiveram e têm uma proximidade com as populações indígenas ainda restantes no país, porém, infelizmente perderam o conhecimento sobre a alimentação saudável desses povos”, enfatizou.

“Sei que a população manauara se alimenta de verduras, muitas delas indo de São Paulo para a capital amazonense. Um exemplo são as alfaces. Imagina uma alface levando dias desde a colheita até ser consumida, sendo conservada na refrigeração. Deve chegar a Manaus toda destruída, e a cidade é cercada pela floresta e por pancs”, exemplificou.

Entre as pessoas interessadas em participar do Festival Ecológico, é aguardado o público de veganos, que cresce em Manaus.

“E cresce no Brasil. Enquanto a economia do país deve crescer entre 1% e 2% este ano, o veganismo cresceu 40% nos últimos tempos, na contramão da crise econômica”, disse.

Também serão bem-vindos os crudíveros. “Os crudíveros procuram, ainda mais que os veganos, por comida saudável. Um vegano pode comer batata frita, que não é nada saudável, coisa que os crudíveros jamais fariam, pois eles só comem comidas cruas. Diria que eles são uma evolução do veganismo”.

O Festival Ecológico acontecerá no Ifam da zona Leste, das 7h às 21h, e entre os eventos estão programados um jantar de recepção, passeio ao encontro das águas, pela parte histórica de Manaus e Presidente Figueiredo, além das palestras e aulas de culinária.

“Esperamos reunir um bom número de interessados em aprender como desfrutar de uma vida mais saudável pelo consumo de alimentos”, finalizou.

Contatos com Daniel podem ser feitos pelo: E-mail: festival@comida ecológica.com.br; Facebook: Projeto Comida Ecológica; Site: www.festivalecologico.com.br

Um pouco sobre as pancs
As pancs podem ser a solução nutricional mais efetiva do futuro. Segundo a National Geographic em 2050 a população será 40% maior, mas a área de plantio terá que ser 100% maior, ou seja, o dobro do que é hoje.

Cada vez mais hidropônicos nas prateleiras dos supermercados e cada vez mais alimentos transgênicos. Comprar ração para animais é quase impossível sem que sejam grãos transgênicos. Sendo assim, todo o leite, ovos e carnes que a população consome hoje está contaminada de alguma forma pela ciência nebulosa dos transgênicos.

Onde estão os alimentos de verdade? Nas florestas, pois foi de lá que saíram os alimentos dos nossos ancestrais.

Plantas selvagens serão a solução deste problema e de muitos outros, pois são autênticas geneticamente falando e algumas nunca viram agrotóxicos em sua existência. Elas são 30% a 600% mais nutritivas que as pseudos-folhas que usamos em nossas saladas.

Remédios nunca antes imaginados podem ser criados a partir do conhecimento mais a fundo destas plantas, pois elas possuem uma carga de substâncias nutracêuticas não encontradas em nenhum outro alimento disponível nos supermercados.

Os grandes chefs do mundo estão resgatando estas plantas e as colocando nos pratos das pessoas que podem pagar R$ 500 por um jantar.

Conheça o futuro da alimentação saudável, criativa e autêntica e saiba como usá-las sem precisar pagar nada. Uma forma agradável de estar em contato com a natureza e voltar para casa com os ingredientes do seu suco verde para a semana toda.

Baixar Apostila de receitas, clique aqui

​Read More
Isto é PANC

Capim tiririca – Tiger Seed

A Cyperus rotundus, mais conhecida como tiririca[1], ou junça, é uma planta pequena, de rápido desenvolvimento, pertencente à família Cyperaceae, e ao gênero Cyperus. Produz pequenos tubérculos de alto poder regenerativo (um único tubérculo cortado pode dar origem a várias plantas) ricos em fitormônios, sendo usado inclusive na produção de mudas de outras plantas por estaqueamento. É uma erva daninha de difícil controle no campo, quer seja por controle mecânico (capinas) ou mesmo por herbicidas.

​Read More
Detox em Casa, Instituto Ecológico, Isto é PANC, Novidades Ecológicas

Dona Francisca um retrato dos extrativistas deste país

Este mês ministrei um Detox no Maranhão, conheci pessoas incríveis, uma destas almas que vale a pena viver para dizer que conheceu, foi esta senhora que está mais para anjos do que para gente.

Veja o vídeo:

​Read More
Isto é PANC

Bombom PANC

 

Este mês fui convidado por uma família a ministrar um curso Detox no Maranhão.  

Conheci diversos novos ingredientes regionais.

 

Usei 5 tipos de PANC neste doce. O que os nossos pais nos mostraram como opção

de alimentação não é mais uma opção, temos que nos esforçar muito para recuperar o

tempo perdido através das propagandas enganosas, autorizações irresponsáveis da ANVISA,

excesso de agrotóxicos, uso de corantes, má conservação e estocagem. Temos que ir fundo na verdadeira

ciência dos super alimentos. Temos que buscar o que há de mais nutritivo no planeta para

alimentar nossos filhos. Plantas selvagens tem que fazer parte no nosso cardápio diário.

Veja este bombom que acabei de fazer com decoração de Flores de Ixora Coccinea,

castanha do maranhão, leite das sementes do coco de babaçu, baunilha do cerrado a

famosa e maravilhosa Tonka, farinha de coco de babaçu, leite de buriti.

 

O melhor bombom  que já provei na vida.

 Receita

Triturar no processador até ficar homogênio:

 

-2 copos de uva passas

-1/2 copo de farinha de castanha do maranhão por substituir por castanha de caju

-1 copo de castanha do pará

 

Cobertura de chocolate

 

Em banho maria, derreter:

2 colheres de sopa de leite de babaçu

1 copo de Pasta de cacau

2 colheres de sopa de Cacau em pó

fazer um Creme de uva passas , ou seja bater uva passar com um pouco de Agave e criar um creme

Raspa da semente de 1 Tonka

Manteiga de cacau

Farinha de casta de caju para decorar e flores de Ixora Coccinea.

Fazer a bolinhas com a massa acima, mergulhar na panela com a calda de chocolate.

 

​Read More