Baixe apostila de receitas

Nos próximos dias 30 de março, quinta-feira, a 2 de abril, domingo, vai acontecer em Manaus o maior encontro de alimentos vivos no Brasil, o Festival Ecológico, cuja principal temática serão as pancs (plantas alimentícias não convencionais).

“As pancs são o ‘mato’ que as pessoas comiam antigamente e com o passar do tempo foram perdendo esse costume, e o conhecimento, passando a se alimentar praticamente só com produtos industrializados”, falou Daniel Francisco de Assis, engenheiro ambiental e chef de cozinha.

“O conceito de pancs é novo, mas a prática é antiga, milenar. Nossos antepassados consumiam pancs. As colocavam nas saladas, as comiam cruas, mas o passar das décadas fez irem sendo esquecidas.

Apesar de o ser humano sempre buscar por uma vida melhor e mais saudável, perdeu a conexão com esse tipo de alimentação, tanto comestível quanto medicinal. As informações sobre as pancs também se perderam e são essas informações que estamos querendo trazer de volta com o Festival”, adiantou.

Esta é a sétima edição do Festival Ecológico que, apesar do nome, irá acontecer pela primeira vez na região Norte, exatamente onde está a maior floresta tropical do planeta e um dos maiores habitats das pancs no mundo. “Reuniremos mais de 20 palestrantes entre médicos, que irão falar sobre a melhor alimentação para quem é diabético; outros irão explicar sobre a milenar medicina chinesa e a acupuntura; terapeutas explicarão como determinados alimentos podem causar câncer; e nutricionistas vão detalhar conceitos sobre o que é alimentação saudável. Estes são apenas alguns dos assuntos, sempre em torno da temática vegana”, explicou.

Veganos e crudíveros
“Acredito que esse seja um dos primeiros eventos desse porte, sobre o assunto, a acontecer em Manaus. Já era para termos vindo antes, mas como vimos aqui do Sudeste, e estamos distantes daí, o Festival demorou um pouco a ser realizado na capital amazonense, mas Manaus sempre esteve nos nossos planos, primeiro pelo tamanho enorme da cidade e da sua população, que precisa desse tipo de informação, depois porque o Amazonas, a Amazônia como um todo, tem um dos maiores legados com relação às pancs”, disse. “Depois as populações da Amazônia tiveram e têm uma proximidade com as populações indígenas ainda restantes no país, porém, infelizmente perderam o conhecimento sobre a alimentação saudável desses povos”, enfatizou.

“Sei que a população manauara se alimenta de verduras, muitas delas indo de São Paulo para a capital amazonense. Um exemplo são as alfaces. Imagina uma alface levando dias desde a colheita até ser consumida, sendo conservada na refrigeração. Deve chegar a Manaus toda destruída, e a cidade é cercada pela floresta e por pancs”, exemplificou.

Entre as pessoas interessadas em participar do Festival Ecológico, é aguardado o público de veganos, que cresce em Manaus.

“E cresce no Brasil. Enquanto a economia do país deve crescer entre 1% e 2% este ano, o veganismo cresceu 40% nos últimos tempos, na contramão da crise econômica”, disse.

Também serão bem-vindos os crudíveros. “Os crudíveros procuram, ainda mais que os veganos, por comida saudável. Um vegano pode comer batata frita, que não é nada saudável, coisa que os crudíveros jamais fariam, pois eles só comem comidas cruas. Diria que eles são uma evolução do veganismo”.

O Festival Ecológico acontecerá no Ifam da zona Leste, das 7h às 21h, e entre os eventos estão programados um jantar de recepção, passeio ao encontro das águas, pela parte histórica de Manaus e Presidente Figueiredo, além das palestras e aulas de culinária.

“Esperamos reunir um bom número de interessados em aprender como desfrutar de uma vida mais saudável pelo consumo de alimentos”, finalizou.

Contatos com Daniel podem ser feitos pelo: E-mail: festival@comida ecológica.com.br; Facebook: Projeto Comida Ecológica; Site: www.festivalecologico.com.br

Um pouco sobre as pancs
As pancs podem ser a solução nutricional mais efetiva do futuro. Segundo a National Geographic em 2050 a população será 40% maior, mas a área de plantio terá que ser 100% maior, ou seja, o dobro do que é hoje.

Cada vez mais hidropônicos nas prateleiras dos supermercados e cada vez mais alimentos transgênicos. Comprar ração para animais é quase impossível sem que sejam grãos transgênicos. Sendo assim, todo o leite, ovos e carnes que a população consome hoje está contaminada de alguma forma pela ciência nebulosa dos transgênicos.

Onde estão os alimentos de verdade? Nas florestas, pois foi de lá que saíram os alimentos dos nossos ancestrais.

Plantas selvagens serão a solução deste problema e de muitos outros, pois são autênticas geneticamente falando e algumas nunca viram agrotóxicos em sua existência. Elas são 30% a 600% mais nutritivas que as pseudos-folhas que usamos em nossas saladas.

Remédios nunca antes imaginados podem ser criados a partir do conhecimento mais a fundo destas plantas, pois elas possuem uma carga de substâncias nutracêuticas não encontradas em nenhum outro alimento disponível nos supermercados.

Os grandes chefs do mundo estão resgatando estas plantas e as colocando nos pratos das pessoas que podem pagar R$ 500 por um jantar.

Conheça o futuro da alimentação saudável, criativa e autêntica e saiba como usá-las sem precisar pagar nada. Uma forma agradável de estar em contato com a natureza e voltar para casa com os ingredientes do seu suco verde para a semana toda.

Baixar Apostila de receitas, clique aqui

Deixe seu comentário!

Leave A Response

* Denotes Required Field